Artigos

As vacas podem ajudar a prevenir a asma infantil

Como ter uma vaca em casa poderia ser útil? Talvez sim. Para prevenir asma infantil. Soa a piada, mas assim o sugerem os resultados de uma investigação realizada por uma equipa da Universidade de Chicago (EUA).
Estudos anteriores já haviam revelado que as crianças que viviam em fazendas nos países do norte da Europa, tinham menos casos de asma do que os que moravam em cidades. E, para verificar se realmente a vida rural poderia ser um meio eficiente para prevenir esta doença, os pesquisadores de Chicago realizaram um estudo com as comunidades huteritas e amish, dois grupos religiosos que vivem trabalhando como agricultores no campo.
E o que foi observado foi bastante curioso. No caso de crianças huteritas, a vida rural não parecia surtir nenhum efeito, já que tinham uma média de casos de asma semelhante a de crianças citadinas. Mas, em contrapartida, entre os amish, essa incidência era muito menor. Um caso de criança asmática por cada seis que se davam em ambientes urbanos.
O que era o que marcava a diferença entre ambas as populações rurais? A primeira resposta ao enigma estava no pó. Na mostra constantes das casas dos amish encontraram uma concentração muito maior de denotoxinas bactérias. Trata-Se de um tipo de partículas, geralmente proteínas, que estimulam a resposta imunológica do organismo humano.
A segunda chave para este enigma é que, enquanto os huteritas praticam a agricultura mecanizada, os amish continuam usando animais. Isso faz com que as crianças estejam em permanente contato com os animais, especialmente as vacas e bois, que são a principal fonte de emissão de essas endotoxinas.
Ainda é cedo para tirar conclusões definitivas, mas os pesquisadores afirmam que é possível que esse contato precoce e continuado com animais, ajude as crianças amish, fortalecer seu sistema imunológico, fazendo-os mais resistentes à asma.
“O ideal seria colocar uma vaca em cada casa”, brincou Carol Orber, uma das autoras do estudo. “De momento, temos que pesquisar mais para confirmar os dados que sugere este estudo”.
Fonte: http://ober.bsd.uchicago.edu/research.php
Um estudo revela que as crianças de ambientes rurais sofrem menos esta doença

You Might Also Like