Artigos

Colecionar pulseiras de festivais está afetando a sua saúde

Entre os jovens tornou-se moda para colecionar pulseiras dos festivais de música para os que participaram. Com a particularidade de que não se limitam a guardá-las, mas que exibem continuamente em seus braços como se fossem valiosos troféus. No fundo são a versão moderna dos entalhes dos revólveres dos pistoleiros, ou dos dentes-de-leão que exibem os caçadores masáis. Uma boa seqüência de pulseiras, mostra que a pessoa que está usando é uma veterana festivalera, e que é a última.
Em princípio, não teria anda que se opor a esta moda. Cada qual se soma às tendências que mais gosta. A parte preocupante é que um estudo realizado por Alison Cottell, microbiologista da Universidade de Surrey, revelou que levar postas essas pulseiras de forma permanente, pode transformar a pessoa em foco de infecções andante.
A pesquisadora estudou a vários jovens que não se removem as pulseiras nunca, e descobriu nelas perto cerca de 9.000 micrococos e 2.000 estafilococos, que é mais de vinte vezes, as bactérias que podemos encontrar na roupa. O problema pode ser grave se se tiver em conta que esses microrganismos podem causar infecções sérias, se a pessoa sofre uma lesão, ou se de forma acidental essas braceletes entram em contato com os alimentos que vão ingerir.
Por esse motivo, o mesmo estudo sugere que as pessoas que trabalham em setores como o de saúde ou o alimentar, não se deixem as pulseiras colocadas mais de uma hora.
Fonte: https://www.sciencedump.com/content/take-your-festival-wristband-its-basically-germ-colony
http://www.surrey.ac.uk/microbial/People/Alison_Cottell/
Um estudo revela que podem ser uma fonte de infecções

You Might Also Like