Artigos

Confirmam primeiro caso de contágio Zika por transmissão sexual

Pode Te interessar…

Injeção de sangue fresco
O que não sabia do seu sangue
O sangue é o espelho da alma
Até recentemente pouco, o vírus do Zika não figurava entre as nossas preocupações. Segundo lembrou ontem a Organização Mundial da Saúde (OMS), “este vírus é benigno até para a grande parte da população, que costuma passar a doença sem sofrer nenhum tipo de sintoma”. Não obstante, encontrou-se uma relação com milhares de casos de microcefalia em recém-nascidos e também com outras doenças neurológicas, como a síndrome de Guillain Barré.
Esta ligação fez com que, há um par de dias, a OMS tornasse a infecção por Zika em uma emergência internacional de saúde pública, com o fim de tentar conter a expansão do vírus.
Ontem, as autoridades dos Estados Unidos confirmaram o primeiro caso de Zika infectado por transmissão sexual. Embora os pesquisadores contavam com essa possibilidade, este foi o primeiro contágio autóctone nos EUA. Segundo informaram os Serviços de Saúde de Dallas, em um comunicado, o paciente é infectado após ter mantido relações sexuais com uma pessoa que havia viajado para um país onde já relataram vários casos de contágio do Zika.
Este vírus transmite-se habitualmente através da picada de um mosquito. Seus sintomas costumam ser conjuntivite, dores de cabeça leves, eflorescencia, febre, dores articulares e mal-estar geral.
Fonte: popsci.com
Tags: vírus.
É o primeiro contágio autóctone nos Estados Unidos

You Might Also Like