Artigos

Conseguem eliminar o HIV usando CRISPR

Usando o tão da moda método de edição genética CRISPR, uma equipe de cientistas demonstrou como eliminar o HIV do DNA de seres humanos e, ao mesmo tempo, prevenir a reinfecção de outras células sem a editar.
Esta técnica funciona guiando proteínas para seções específicas do DNA dentro de uma célula, e, em seguida, as impulsiona a alterar ou editar essas seções. As capacidades de CRISPR provêm de uma seqüência específica do DNA de organismos unicelulares como as bactérias.
Então, basicamente, se desejar editar o DNA de um vírus (HIV, neste caso) dentro de uma célula humana, é necessária a colaboração de uma bactéria que localize e capture o DNA do vírus, o corte e o substitua.
Usando esta técnica, os pesquisadores da Universidade de Temple, conseguiram eliminar o HIV-1 de células T humanas cultivadas em laboratório. O que é surpreendente é que essas mesmas células, quando voltaram a se expor ao vírus, estavam protegidos.
“Os resultados são importantes em vários níveis –, diz o investigador principal, Kamel Khalili –. Demonstram a eficácia do sistema de edição de genes na eliminação de HIV, desativa a reprodução e evitar a reinfecção sem efeitos tóxicos”.
O estudo foi publicado na revista online Scientific Reports.
É um avanço de especialistas da Universidade Temple

You Might Also Like