Artigos

Criam método, mais rápido e econômico, para produzir antibióticos

Teste de resistência antibiótica. Crédito imagem: Dr Graham Beards
O setor de antibióticos é um dos mais necessitados quanto a inovações. No ano passado, pela primeira vez desde 1987, foi desenvolvido um novo antibiótico, o teixobactina, eficaz contra as infecções causadas por Clostridium difficile, Mycobacterium tuberculous e Staphylococcus aureus.
Mas esse não é o único problema. Com a crescente resistência aos antibióticos existentes, há uma necessidade vital e urgente para a descoberta e desenvolvimento de novas moléculas.
Agora, um grupo de cientistas da Universidade de Bristol anunciou, através de um artigo publicado na revista Nature, um novo antibiótico. Os especialistas têm alterado a expressão de genes envolvidos na produção de pleuromutilina no fungo Clitopilus passeckerianus. Graças a isso, os pesquisadores foram capazes de aumentar a produção em mais de 2.000%.
Graças à falta de resistência, as pleuromutilinas e seus derivados, representam uma classe de antibióticos com um grande potencial, especialmente para o tratamento de cepas de bactérias resistentes, tais como o Staphylococcus aureus (MRSA) e a tuberculose resistente a medicamentos (XTB) .
É um avanço de especialistas da Universidade de Bristol

You Might Also Like