Artigos

Descobrem diferenças entre as bactérias dos tecidos saudáveis e cancerígenos

As setas apontam a presença de células cancerosas.
De acordo com o Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos, um microbioma é um conjunto de microrganismos e vírus que vivem em um ambiente específico do corpo humano. Agora uma equipe de cientistas da Clínica Mayo, liderado por Tina Hieken, descobriram evidências no microbioma de mulheres com câncer de mama e mulheres saudáveis.
“Nosso estudo – explica Hieken em um comunicado – descobriu que as amostras de tecido de mama obtidas na sala de operações sob condições estéreis contendo DNA bacteriano, mesmo quando não há nenhum sinal de infecção. Por outro lado, estes tecidos, encontraram diferenças significativas no microbioma do tecido mamário de mulheres com câncer, em comparação com as mulheres sem câncer”.
No mesmo comunicado, Hieken aponta que o câncer de mama representa um quarto de todos os tipos de tumores e é o que mais provoca mortes em mulheres. “Pelo menos 70% de câncer de mama ocorrem em mulheres com riscos normais e os atuais sistemas de previsão e identificação de riscos são muito fracos”, conclui a autora do estudo, que será publicado no dia de hoje na Scientific Reports. Os dados obtidos permitirão identificar as causas potenciais de tumores e desenvolver medidas preventivas mais eficazes, tanto em câncer de mama como aqueles “de estômago, cólon, fígado, pulmão e pele – aponta Amy Degnim, co-autora do estudo – em que também há evidências de que diferenças no microbioma estariam envolvidos em seu desenvolvimento”.
A descoberta, feita por especialistas da Clínica Mayo, permitiria realizar estudos preventivos mais eficazes

You Might Also Like