Artigos

O besouro de esterco orientase pela Via Láctea

Já se sabia que os besouros, canadá, méxico, além de arrastar gigantescas bolas de estrume, tinham outras habilidades. A mais chocante delas, a de se pautar de acordo com as estrelas. Descobriu isso há vários anos uma equipe de pesquisadores da Universidade de Lund (Suécia) e de Pirates (áfrica do Sul).
Agora, esses mesmos especialistas fizeram outra descoberta realmente surpreendente relacionado com este inseto. E é que os besouros são enviados para suas bolas e fazem algo parecido a um baile, que lhes serve para detectar fontes de luz que lhes indiquem qual é o caminho que tem que seguir. E o que os pesquisadores descobriram é que, graças a essa dança, os insetos fazem uma espécie de “fotografia” da posição dos astros celestes, nomeadamente, A Via Láctea, o que lhes permite seguir a direção certa.
O mais surpreendente de tudo é que a posição dos astros celestes que, segundo tudo parece indicar, a posição dos astros celestes fica gravada indeleblemente em seus cérebros. Assim, quando o fusca começa a rolar sua bola de esterco, é capaz de fazer coincidir essa informação armazenada em seu cérebro, com a do ambiente em que se move, o que lhe permite seguir a direção certa.
O caso do besouro de esterco é realmente surpreendente. Mas na galeria que mostramos abaixo, vos oferecemos outros exemplos de animais e insetos que se guiam pela luz do sol.
Foto: Rafael Brix/Wikipédia. Licença: creative commons.
Realiza uma dança que lhe permite detectar fontes de luz que servem para fixar a posição dos astros

You Might Also Like