Artigos

Os cremes solares que podem matar o seu esperma

Ir à praia para tomar sol e queimar como se tivéssemos estado em uma grade, é mau para a nossa saúde. Mas o uso de cremes de proteção solar também pode ser prejudicial, pelo menos no caso dos homens. Porque, de acordo com um estudo realizado pela universidade de Copenhague, na Dinamarca, alguns dos compostos destes produtos são nocivos para os espermatozóides.
A origem desta investigação encontra-se na descoberta de restos desta cremes no sangue e na urina de algumas pessoas. Depois desse achado, os pesquisadores testaram blackjack desses cremes e observaram que treze deles tinham componentes que afetam a mobilidade dos espermatozóides, tornando-os mais lentos. Também descobriram que estes compostos podiam agir como disruptores endócrinos, ou seja, que podiam alterar algumas funções hormonais, causando entre outros efeitos da infertilidade.
Há que especificar que os resultados foram obtidos realizando testes em laboratório com amostras de esperma, mas não com voluntários vivos. Por esse motivo, é necessário realizar mais testes antes de afirmar com certeza que os cremes solares que podem estar ligadas ao aumento de casos de infertilidade masculina.
Um estudo sugere que os componentes de treze cremes protetores podem afetar a mobilidade dos espermatozóides

You Might Also Like