Uncategorized

Qual o melhor tecido para sofá: veludo ou suede?

Além de se atentar a detalhes estruturais como espuma, mola e percinta, também é preciso saber escolher o revestimento dos sofás para acertar na compra do móvel e ter uma peça durável e de manutenção descomplicada.

Existem vários materiais de revestimento para estofados, mas o veludo e o suede são bastante utilizados atualmente. Entre ambos, qual é o melhor tecido para sofá? A seguir, respondemos essa questão. Acompanhe e boa leitura!

Sofá Suede

O suede é um tecido sintético de poliéster com acabamento semelhante ao da camurça, ou seja, com toque aveludado e apelo estético elevado. Trata-se de um material prático, já que é durável, tem boa resistência a manchas e é simples de ser mantido.

Além disso, é um tecido com preço acessível, o que acaba por reduzir o valor total do móvel, tornando a peça mais barata do que uma revestida em couro, por exemplo.

Só há um ponto negativo a ser considerado em relação ao suede: ele absorve líquidos com muita facilidade. Por isso, é preciso ter cuidado para não os derrubar no sofá. Se tiver bichos de estimação ou crianças, o risco de molhar a peça e danificá-la é ainda maior.

Sofá Veludo

O veludo é conhecido como um dos tecidos mais tradicionais no mundo da decoração e da moda. Não é para menos, afinal, possui toque macio e acabamento luxuoso. Isto se deve à trama do tecido, que é mais estreita e faz com que o material seja mais encorpado e macio.

Curiosamente, o veludo foi criado para ser utilizado na confecção de roupas de festa, mas hoje é amplamente aplicado na decoração, especialmente no revestimento de móveis, fabricação de cortinas e almofadas.

Como sua trama é estreita, o tecido é robusto e, consequentemente, durável. Seu único ponto negativo é, no caso do veludo em tons escuros, revelar sujeiras com maior facilidade. Portanto, demanda uma limpeza, ainda que superficial, regularmente.

Sofá Suede x veludo: qual o melhor?

Ambos os tecidos são ótimas alternativas de revestimento para sofá retrátil, reclinável, de canto ou três lugares, portanto, não há como errar ao escolher uma dessas alternativas.

O que se deve fazer é analisar as características dos tecidos para identificar o que realmente supre todas as suas necessidades, compensando em curto e longo prazos.

O suede, por exemplo, conta com o benefício de ser durável, ter baixa manutenção e preço acessível, porém absorve líquidos com mais facilidade, o que pode danificar o móvel em longo prazo.

Já o veludo tem acabamento diferenciado e durabilidade, no entanto releva sujeira mais facilmente, sobretudo quando é escuro, o que exigirá um cuidado maior com a limpeza se quiser manter o móvel impecável.

De modo geral, quando o veludo é escuro recomenda-se passar o aspirador na peça uma vez por semana, pelo menos. Logo, esteja preparado para essa maior frequência se a sujeira e pelos de animais for algo que realmente lhe incomodar.

Considere essas informações ao buscar o modelo perfeito em lojas de sofás em Curitiba. Dessa forma, será possível comprar sofá com um revestimento mais adequado à sua família e hábitos, acertando na aquisição.

You Might Also Like