Como combater a acne e suavizar o rosto?

A acne altera profundamente a pele, deixando-a irregular, com manchas e cicatrizes. Além desses problemas, também há o lado psicológico que fica desestabilizado.

Não é para menos, afinal, provoca uma baixa na autoestima e pode desencadear reações e comportamentos como a tristeza, timidez e insegurança. Em casos mais graves, pode levar à depressão.

Mas, é importante saber que existem formas de combater a acne e suavizar a pele. Confira, aqui, como isso é possível!

 

O que é acne?

A acne é uma doença dermatológica que atinge as glândulas pilossebáceas da pele, que começam a produzir uma quantidade maior de sebo. Essa secreção se acumula no poro, formando comedões.

Os comedões podem ser fechados (cravos brancos) ou abertos (cravos pretos, que têm essa tonalidade porque o sebo oxida e escurece em contato com o ar).

O acúmulo de sebo nos poros, que ocorre devido à obstrução dos folículos pilosos, pode levar a uma infecção, que normalmente é provocada pela bactéria Propionibacterium acnes.

É importante ressaltar que a acne não é contagiosa como muitos pensam. Sua incidência é mais comum na adolescência, embora possa atingir adultos. Se não for tratada, pode durar anos, prejudicando a pele.

 

Classificações de acne

Existem diferentes classificações de acne, que são estabelecidas de acordo com o grau de gravidade das lesões da pele. Conheça, a seguir, quais são essas classificações:

 

Acne grau I

Também chamada de acne comedônica. Caracteriza-se por ter comedões fechados e abertos sem sinais de inflamação bacteriana. Trata-se de um grau leve de acne, mais simples de ser tratado.

 

Acne grau II

Classificação que também é conhecida como acne pápulo-pustulosa, em que a pele apresenta comedões abertos e fechados, pápulas vermelhas (lesões sólidas endurecidas e arredondadas) e pústulas (lesões com pus).

 

Acne grau III

Seu outro nome é acne nódulo-cística. Esta classificação se diferencia das demais pelo aparecimento de cistos na pele, que são lesões profundas, dolorosas e inflamadas.

 

Acne grau IV

Alternativa que também recebe o nome de acne conglobata e deixa a pele com abcessos, nódulos e cistos purulentos, sempre muito inflamados e com intercomunicação.

 

Acne grau V

Trata-se de uma classificação que também é conhecida como fulminans. É rara e normalmente demanda a internação do paciente em hospital para tratamento.

 

O que causa a acne

Poucos sabem, mas a acne é uma doença multifatorial. E o que isso quer dizer? Simples: sua causa é variada e cada paciente deve ser analisado para descobrir o que desencadeia a doença. De modo geral, a acne pode ser provocada por:

  • Fatores hereditários;
  • Predisposição genética;
  • Alteração na produção de hormônios sexuais;
  • Estresse emocional;
  • Infecção bacteriana.

 

Sintomas da acne

A acne tem maior incidência no rosto, ombro, costas e peito. Quando surge, provoca coceira, irritação na área afetada, dor e lesões com ou sem pus.

Como esses sintomas da acne são idênticos ao de outras doenças dermatológicas, é importante consultar um médico para um diagnóstico e tratamento corretos.

 

Tratamento para acne

Uma das principais dúvidas de quem enfrenta essa doença é qual é o tratamento para acne. Na realidade, depende de cada paciente, já que há diferentes graus de acne. Mas, de maneira geral essa doença é tratada com:

 

Medicamentos

Se for um caso leve de acne, utiliza-se ativos como ácido salicílico, peróxido de benzoíla e retinoides, como a tretinoína e adapaleno. Existe, ainda, a possibilidade de utilizar antibióticos (por exemplo, eritromicina e clindamicina) e ácido azeláico.

Caso o quadro não evolua, o dermatologista pode indicar outros tipos de antibióticos (geralmente os da classe da ciclina), combinando-os com medicamentos de uso tópico, como pomadas.

No caso das mulheres, existe a possibilidade de combinar o uso dos medicamentos já citados com um anticoncepcional oral, se a causa da acne for hormonal, atingindo um resultado melhor no tratamento.

Se mesmo assim não houver melhora do quadro e o dermatologista identificar uma tendência de cicatriz de acne na pele, o médico indica o uso da isotretinoína, que só deve ser utilizada se fizer acompanhamento com o profissional.

Em caso de gravidez, a isotretinoína pode provocar danos ao feto. Além disso, tem efeitos colaterais como ressecamento da pele, lábios, nariz e olhos, aumento do colesterol e enzimas hepáticas.

 

Procedimentos estéticos

Os procedimentos estéticos têm como foco tornar a pele mais regular, suavizar cicatrizes e clarear manchas de acnes. Normalmente, indica-se laser, peelings químicos, microdermoabrasão e limpeza de pele.

 

Como prevenir a acne?

Há dicas extras que possibilitam prevenir a acne e ter uma pele mais uniforme. Confira quais são e coloque todas em prática:

  • Lave, no máximo duas vezes ao dia, a pele com um sabonete próprio para acne;
  • Use protetor solar diariamente, ainda que não se exponha muito ao sol, para evitar manchas;
  • Não cutuque as espinhas, porque isso pode deixar cicatriz, problema que é muito difícil de ser suavizado;
  • Use produtos naturais que combatem a doença e dão suporte no tratamento acne, como o suplemento de lactobacillus, que reduz a possibilidade de inflamação de glândulas sebáceas.

You Might Also Like